Dia do Comércio Exterior e do Portuário e 213 anos da abertura dos portos

Trabalhador portuário na Portonave, em Navegantes

28 de janeiro é comemorativo do Comércio Exterior e do Trabalhador Portuário. A data acontece em alusão à abertura dos portos brasileiros às nações amigas pelo Imperador D. João VI, em 1808. Significava o fim do monopólio português de comércio com o Brasil.

Comércio Exterior e trabalhador portuário estão intrínsecamente ligados. O portuário, o trabalhador dos portos, é responsável por uma série de serviços, como preparação de cargas e descargas de produtos, movimentação de mercadorias, operação de equipamentos, auxiliar do ramo de transportes.  

Abertura dos Portos

A abertura dos Portos, por D. João VI, aconteceu no dia 28 de janeiro de 1808.

Com o decreto de abertura dos portos, permita a estrangeiros exportar produtos coloniais (açúcar, algodão e tabaco), com exceção do pau brasil, e permita importar mercadorias europeias, especialmente as inglesas. Estas atividades fizeram os portos de Belém, São Luiz, Recife, Salvador e Rio de Janeiro crescerem intensamente.

O Brasil passou a ter maior movimentação e progresso.