Foto – DIVULGAÇÃO

Parque de Lazer Annita Wanderer, atração às margens do Lago de Itaipu

(da Redação)

No Porto Mendes, distrito de Marechal Cândido Rondon, o Parque de Lazer Annita Wanderer é um verdadeiro paraíso para lazer, esportes náuticos, descanso, contemplação. O Porto, em si, já é um dos mais bonitos cenários do lago artificial de Itaipu. Mas o local dispõe de uma infra-estrutura invejável: quadras esportivas, sanitários, lavatórios, praia artificial com areias brancas, o imenso lago com águas claras, churrasqueiras, pontos de telefonia pública, ancoradouro de embarcações náuticas, serviços de segurança e salva-vidas.

A área de camping garante sombra e água fresca, sendo reflorestada com árvores nativas e frutíferas, quadras de esporte, energia elétrica, água potável, banheiros com chuveiros, churrasqueiras, quiosques, parque infantil, amplo espaço para descanso e lazer – e a vista incrível do lago.

Ali são realizadas periodicamente as provas abertas de pesca da corvina (em março) e do tucunaré (em setembro).

Corte de árvores

(PREFEITURA DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON)

Nesta sexta-feira, dia 08, a Secretaria de Agricultura e Políticas Ambiental de Marechal Rondon, a pedido do prefeito Marcio e do vice Ila, realizou o repasse de um caminhão caçamba, bem como um reboque onde está acoplado um triturador de galhos. O equipamento será utilizado no parque de lazer de Porto Mendes, para eliminar galhos provenientes das árvores que estão na parte interna da prainha, que caem constantemente. A ação também atende a um pedido da Itaipu, que solicitou que fosse dado destino correto ao material resultante destas árvores.

Participaram do ato os secretários Adriano Backes e Valdir Port (Portinho), bem como demais funcionários públicos.

O repasse só foi possível tendo em vista que a prefeitura rondonense adquiriu recentemente um novo triturador de galhos para ser utilizado pela Secretaria de Agricultura e Política Ambiental no Ecoponto, bem como na poda de árvores na sede e no interior.  A nova máquina teve investimento de R$ 489.350,00, sendo R$ 248.012,37 através de recursos próprios do município e R$ 241.337,63 através de recursos dos royalties. Ela garante mais eficiência, pois tem a potência e a performance de um picador florestal de médio porte, porém, com a capacidade de locomoção de um triturador de galhos. É capaz de triturar/picar árvores de até 50 centímetros de diâmetro.