Foto: Rodolfo Gaion/ CMTU

Prefeitura de Londrina vistoria obra de construção da sede do SAMU

A Prefeitura e o Governo do Estado estão investindo cerca de R$ 4,5 milhões para realizar as obras, em execução pela empresa MTX Construções Ltda; a previsão de entrega é para dezembro de 2021

O acompanhamento de obras públicas em andamento na cidade, com fiscalizações integradas entre a Prefeitura de Londrina e construtoras contratadas, terá nova programação na manhã desta terça-feira (19). Nessa etapa, será vistoriado pela manhã, às 9h, as obras de construção da nova sede do SAMU, na avenida Dez de Dezembro.

Devem participar da fiscalização os secretários municipais de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada; de Obras e Pavimentação, João Verçosa; e de Gestão Pública, Fábio Cavazotti. A fiscalização sempre conta com a presença de engenheiros da Prefeitura e também da empresa responsável por executar os serviços.

Nova sede do SAMU – Próximo ao Terminal Rodoviário de Londrina, na Avenida Dez de Dezembro, esquina com Rua Potiguares, continua em construção a nova sede integrada do SAMU. A parte estrutural do prédio novo, que terá um piso térreo e mais três andares, está praticamente pronta, sendo que os trabalhos agora são para a implantação dos elementos internos necessários. A cobertura já foi concluída, assim como o reboco, a base estrutural hidráulica, de tubulações e elétrica, e os reservatórios de água e de incêndio. Uma antena de transmissão, com mais de 40 metros de altura, já foi instalada.

Em andamento, ocorrem serviços de instalação de piso e revestimento cerâmico, a execução de paredes de gesso e também a implantação de infraestrutura de cabeamento lógico. Também estão sendo colocadas as bases para instalação de portas e janelas, entre outras intervenções. A área do heliponto, aos fundos do piso térreo, está em fase de acabamentos para receber o concreto armado. O cercamento dos fundos da sede, em muro palito, está cerca de 95% construído.

A edificação está sendo realizada em um terreno com área total de 4.716 m², e a obra terá metragem de 2.057,63 m², com 1.670 m² de área construída e reforma de mais 430 m². Com as obras, o SAMU ganhará uma sede centralizada, ampliada e moderna para atender a população. Os serviços atualmente são distribuídos em endereços diferentes e a construção da nova sede, em uma área privilegiada, permitirá agilizar e qualificar ainda mais os processos de trabalho. Hoje, a regional do SAMU de Londrina, inaugurada em 2004, atende uma abrangência de 21 municípios, que totalizam cerca de um milhão de habitantes.

Já na parte antiga do terreno, onde havia um posto de gasolina desativado, está havendo uma revitalização das estruturas existentes. As demolições foram concluídas e novas paredes estão sendo levantadas. As estruturas elétricas estão feitas e grande parte das hidráulicas também. Outros trabalhos serão instalação de pisos e revestimentos. Antes disso, toda a cobertura do imóvel foi trocada.

Ao todo, o terreno possui área total de 4.716 m², e a obra terá metragem de 2.057,63 m², com 1.670 m² de área construída e reforma de mais 430 m². Com as obras, o SAMU ganhará uma sede centralizada, ampliada e moderna para atender a população. Os serviços atualmente são distribuídos em endereços diferentes e a construção da nova sede, em uma área privilegiada, permitirá agilizar e qualificar ainda mais os processos de trabalho. Hoje, a regional do SAMU de Londrina, inaugurada em 2004, atende uma abrangência de 21 municípios, que totalizam cerca de um milhão de habitantes.

A nova sede contribuirá para aprimorar os fluxos de atendimento do SAMU. A estrutura abrange estacionamento para a frota de ambulância, heliponto de atendimento aeromédico, alojamento, refeitório, recepção, banheiros com acessibilidade, sala do Complexo Regulador de Urgência, sala de rádio, salas de coordenação médica e enfermagem, salas administrativas e de reuniões, salas de treinamento, auditório e salas de apoio, entre outros espaços.

A Prefeitura e o Governo do Estado estão investindo cerca de R$ 4,5 milhões para realizar as obras, em execução pela empresa MTX Construções Ltda. A previsão de entrega é para dezembro de 2021.