Congresso Internacional da Seda dia 22 de forma inovadora

O Congresso Internacional Abraseda, o 37 Encontro Estadual de Sericicultura do Paraná e a 4º Jornada Técnica de Sericicultura de São Paulo acontecerão no dia 22 de Julho de 2021 de forma inovadora, promovendo a inclusão digital de 4.000 produtores rurais e familiares.

Este ano será apresentado em formato híbrido: via plataforma virtual, transmitindo ao vivo e internacionalmente e nos pontos de compartilhamento presencial, nos municípios credenciados.

O Brasil é o 6º maior exportador de fios de Seda do mundo, com qualidade insuperável. Dentre os palestrantes, a moda de alto luxo participará com a principal grife internacional, com palestras de especialistas dos principais mercados consumidores (China, França e Japão).

Os participantes serão envolvidos em ações que promovem a alfabetização digital e a familiarização com os recursos de ensino à distância disponíveis no mercado. O evento também permitirá a aproximação entre todos os elos da cadeia de valores da Seda.

Objetivo

Disseminar boas práticas na Sericicultura e conscientizar a comunidade por meio de painéis temáticos acessíveis em plataforma virtual de ensino à distância (EAD) exclusiva para sericicultores no Brasil, já existente e consolidada no setor:

1.    Inclusão Digital Rural – Conectar 4.000 Sericicultores à tecnologia digital de aprendizado à distância;

2.    Aumento da Renda na Propriedade Rural Familiar – Divulgar boas práticas na Sericicultura para otimização da produtividade e aprimoramento da qualidade dos casulos de seda;

3.    Combate ao Êxodo Rural – Incentivar os pequenos produtores rurais familiares a diversificação da produção com diferentes técnicas de manejo e cuidados com os recursos naturais;

4.    Sensibilização Quanto ao Uso Correto de Defensivos Agrícolas – Estimular a aplicação correta de produtos químicos para evitar a deriva e consequente contaminação de áreas vizinhas;

5.    E, muito mais…

Paraná maior produtor

A expectativa é de que o congresso alcance cerca de 4 mil produtores e familiares. O objetivo é difundir boas práticas na sericicultura, além de promover a inclusão digital, possibilitando que os produtores tenham acesso à tecnologia de aprendizado a distância. Outro objetivo do evento é estimular a aplicação correta de produtos químicos para evitar a contaminação de áreas rurais.

De acordo com dados da Secretaria de Agricultura e do Abastecimento, o Estado conta com mais de 1,8 mil produtores de casulo de seda em 165 municípios, que ocupam 3.900 hectares de plantação de amoreiras (que são alimentos para os bichos). São 2.535 toneladas produzidas anualmente, o que representa 83% de toda a seda produzida no País.