FOTO: Ricardo Marajó (DIVULGAÇÃO)

Terminal Tatuquara inicia operações em Curitiba

(PREFEITURA DE CURITIBA)

Respeitando os protocolos sanitários da pandemia do novo coronavírus, o prefeito Rafael Greca vistoriou o funcionamento do Terminal Tatuquara, que se somou à Rede Integrada de Transporte Coletivo de Curitiba e começou suas operações no último sábado (29/5). A área do novo terminal é de 3,4 mil metros quadrados e os acessos são feitos pelas ruas Olivardo Konoroski Bueno e Jornalista Emílio de Zola Florenzano.

Com investimento de R$ 8,2 milhões, o equipamento público oferece estrutura de apoio aos passageiros, como bicicletário com 120 vagas, vestiários feminino e masculino e banheiros feminino e masculino.

“Esta linda obra do Terminal Tatuquara foi concluída. Sete linhas de ônibus estão em operação e outras virão. A ideia é interligar o Tatuquara ao Pinheirinho, à Cidade Industrial e, pela Linha Verde, ao Centro de Curitiba. É mais um compromisso cumprido”, apontou o prefeito Rafael.

Construído sob a coordenação do Departamento de Edificações da Secretaria Municipal de Obras Públicas, o Terminal Tatuquara conta ainda com cobertura de cerca de 400 telhas termoacústicas e foi instalado um reservatório de água com capacidade de 23 mil litros. São detalhes da estrutura que dará abrigo aos passageiros de sete linhas: 617 Jardim Ludovica, 619 Santa Rita/CIC, 650 Santa Rita/Pinheirinho, 681 Dalagassa, 684 Rio Bonito, 685 Rio Bonito/CIC e 773 Vizinhança/Santa Rita. Saiba mais.

O entorno também foi preparado para o funcionamento do novo equipamento público. Principal acesso ao Terminal Tatuquara, a Rua Presidente João Goulart recebeu obras de pavimentação em 2.345 metros, no trecho entre as ruas Antônio Zanon e Marcos Bertoldi.

“Realizamos 108 ações de pavimentação em 86 ruas – algumas ruas receberam mais de uma intervenção em diferentes trechos – que servem os três bairros da regional (Campo de Santana, Caximba e Tatuquara)”, apontou Rodrigo Rodrigues, secretário municipal de Obras Públicas, também participante da visita técnica. A extensão total de asfalto novo é de 42.916 metros”.

Sucesso

Os primeiros dias de funcionamento do novo terminal contam com a aprovação da Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs), empresa responsável pela gestão do sistema de transporte coletivo da capital paranaense. Na avaliação do presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, durante a vistoria, o local foi bem aceito pela população, que ocupou o espaço logo no dia de abertura.

“Por enquanto, o novo terminal serve aos moradores da região para passagem e integração. Também é importante salientar que os passageiros têm duas horas de integração com a Rua da Cidadania, assim todos podem sair, usar os serviços e retornar ao terminal sem pagar uma nova passagem. Futuramente vamos estudar a disponibilização de outras linhas”, avaliou Ogeny Pedro Maia Neto.

Novidades

Durante a passagem para acompanhar as atividades do Terminal Tatuquara, o prefeito Rafael Greca e o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Luiz Fernando Jamur, que também é secretário do Governo Municipal, anunciaram novos projetos para a região. Irão se somar à Rua da Cidadania, à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e ao novo terminal um restaurante popular e um ginásio de esportes.

“Estamos ampliando o grande trabalho de urbanização do Tatuquara, agora com mais duas novidades: o restaurante popular e o ginásio de esportes. Mais pudermos, mais faremos”, disse Greca.

Nova praça

Em frente ao novo Terminal Tatuquara, no ponto de encontro das ruas Presidente João Goulart e Jornalista Emílio de Zola Florenzano, foi inaugurada pelo prefeito Rafael Greca, em junho de 2020, a Praça Vovô Vitorino, área de convivência para prática esportiva e lazer.

A praça é equipada com quadras de futebol, vôlei e basquete e com parquinho, que poderão ser usados pelos moradores assim que as medidas de restrições contra o novo coronavírus forem atenuadas. Para facilitar e proteger esportistas, crianças e demais frequentadores, o local foi cercado por alambrados de cinco metros de altura. A praça também foi bem iluminada para permitir seu uso durante a noite.

Ao espaço também foi agregado um mural pintado pelos artistas plásticos Rodolfo Lima, João Paulo Moser, Bruno Ferrari e Caio Caron. O painel artístico evoca o pioneiro e líder comunitário do Tatuquara, Vitorino Xavier (o Vovô Vitorino) – célebre por sua atuação social – e destaca símbolos da cidade, como a gralha azul e as araucárias.