Interior do Teatro

Em Francisco Beltrão, Espaço da Arte está à espera do fim do coronavírus

O Espaço da Arte – Teatro Eunice Sartori, de Francisco Beltrão, também está fechado temporariamente, para a infelicidade das atividades culturais e de lazer. Culpa do terrível covid-19, que suspendeu, aliás, todos os acontecimentos presenciais relacionados a peças de teatro, palestras, shows, espetáculos de dança, exposições, shows artísticos e musicais.

O local, com capacidade para 400 pessoas, foi inaugurado no dia 21 de maio de 1997. Tem 1.180,97 m2.

A denominação homenageia Eunice Terezinha Alves Sartori, que desde cedo participava de apresentações, concursos e programas de rádio, cantando e tocando acordeon e violão. Paranaense de União da Vitória, onde nasceu no dia 4 de maio de 1947, veio a falecer em 6 de maio de 1986, vítima de um aneurisma vascular cerebral aos 39 anos. Foi extensionista da Acarpa em Francisco Beltrão, onde fixou residência em 1968. Casou-se com Severino Sartori, funcionário municipal, foi mãe de 4 filhas beltronenses. 

Em 1988, foi inaugurado o Anfiteatro da Facibel, com 600 lugares. A maioria dos eventos culturais da comunidade beltronense foi realizada, até 1997, nesse espaço cultural. Com a estadualização da faculdade, em 1999, o anfiteatro passou a ser propriedade da Unioeste.