Palmeira festeja o bicentenário

Palmeira, a “Cidade-Clima” do Paraná, vai comemorar 200 anos de fundação no próximo dia 7 de abril e uma série de eventos marcarão essa data de tanto significado, a do bicentenário. No dia 10 de março, por exemplo, acontecerá o  “2º Torneio de Vôlei de Areia” organizado pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel).

E de 8 a 12 de abril, haverá a primeira edição da Semana de Integração da Melhor Idade de Palmeira – Simipal. O evento está com inscrições abertas até o dia 25 de março para a participação de qualquer integrante da Melhor Idade. Basta comparecer na unidade do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS – localizado na rua Vicente Machado 197 e realizar a inscrição.Os inscritos poderão participar de jogos de dama, truco, pife, xadrez, bocha, cacheta, tênis de mesa, trilha e canastra. No dia 12 de abril, data de encerramento do Simipal, haverá um grande baile para os participantes. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas através do telefone 3909-5039.

Passeio por Palmeira

Cidade das mais tradicionais do Paraná, cheia de histórias, antigo caminho de tropeiros, Palmeira é mais do que merecedora da presença de turistas. Além do bom clima, de belas paisagens dos Campos Gerais, de edifícios históricos, a cidade e o município oferecem uma série de locais de muita beleza e interessantes do ponto de vista histórico ou cultural. A destacar a colônia de Witmarsum, a 12 quilômetros do centro urbano. Fundada por alemães menonitas, o local – antiga Fazenda Cancela – abriga a sede da cooperativa agroindustrial Witmarsum (leite, queijos finos) e estimula o turismo rural. São pousadas, cervejaria artesanal, restaurantes, passeios a pé – bicicleta – moto, comidas típicas, o Museu da História, comidas típicas alemãs, cafés coloniais.

Palmeira ainda oferece o Memorial de Cultura Polonesa, com muitos objetos e fotos de imigrantes poloneses na região e, inclusive, a primeira casa de um desses colonos. Tem também o Memorial Colônia Cecília, local onde o italiano Giovani Rossi realizou a primeira experiência anarquista em nosso país, em 1890. Tem as Capelinhas de Vieiras (14 capelinhas feitas de pedra que contam a história de um imigrante português). Tem o Casarão da Chácara Palmeira, que foi residência do fundador da cidade. Tem o Museu Sítio Minguinho, com objetos e fotos da história alemã na região. Tem o Museu Histórico da cidade.