A morte de Nereu Ramos em São José dos Pinhais há 64 anos e o Memorial Nereu Ramos

A queda do avião (reprodução revista O Cruzeiro)

No dia 16 de junho de 1958 o avião Convair 440 da empresa Cruzeiro do Sul,prefixo PP-CEP, que faria o trajeto Florianópolis – Curitiba – São Paulo – Rio de Janeiro, teve problemas mecânicos e caiu a 8 quilômetros de São José dos Pinhais. Morreriam ali 18 pessoas, entre as quais os maiores líderes políticos catarinenses de então, o ex-Senador e Presidente da República Nereu Ramos, o Governador Jorge Lacerda e o deputado federal Leoberto Leal.

Nereu Ramos em virtude dos acontecimentos políticos no país (crise no segundo governo de Getúlio Vargas) assumiu a Presidência da República em 11 de novembro de 1955,permanecendo no poder até o dia 31 de janeiro do ano seguinte, quando foi dada posse ao Presidente Juscelino Kubitschek . Nereu passou a fazer parte do ministério, como titular da Justiça e Negócios Interiores.

Em Lages, mantido pela Fundação Cultural de Lages, funciona o Memorial Nereu Ramos, inaugurado em 3 de setembro de 1992, há portanto 30 anos.

Neste memorial estão guardados seus restos mortais, documentos e objetos pessoais.