Candeias

Porte elegante (era atleta), comunicativo, jovem, José de Carvalho Monteiro (na foto) pôs em prática, em 1968,em Londrina, uma boa idéia: fundar um clube de férias, ou de turismo, o Candeias. Tornando os serviços de turismo mais acessíveis às famílias numa época em que isso era privilégio de uma pequena parte da população.

No começo, implantou um pequeno hotel em Piçarras (não se chamava ainda Balneário Piçarras) e era para lá que os primeiros associados – a maioria do Norte do Paraná – vinham durante o Verão.

O clube cresceu, o acanhado hotel piçarrense deu lugar a um grande complexo hoteleiro – e começou a fase de Balneário Camboriú, para onde todos queriam ir.

Em 50 anos, completados em 2018, o Candeias, com os seus diversos planos, hotéis próprios ou terceirizados, tem enviado milhares de turistas, todos os anos, aos mais diversos lugares do Brasil e atualmente até do mundo todo.

Em Balneário Camboriú são diversas unidades próprias, uma das mais recentes a aquisição do hotel San Remo, na Avenida Atlântica.

Santa Catarina, em primeiro lugar, o Paraná em segundo (por causa de Guaratuba) muito devem a José de Carvalho Monteiro. É gente que chega com suas famílias, muitas vezes pela primeira vez a uma praia e, depois, todos os anos. São adultos e crianças, na alegria de uma viagem popularizada pela sua empresa. É dinheiro que circula nas cidades.

Em 50 anos quantas milhares de pessoas já chegaram em Santa Catarina e ao Paraná graças ao Candeias?

É, José Monteiro merece uma estátua…

Aliás, o nome Candeias significa Lamparinas. Sempre acesas, brilham ambientes, orientam os caminhos…