Os amigos se encontram em Alto Paraíso

Há poucos dias, conectados pela internet (whats “Amigos para Sempre”), moradores de Alto Paraíso se encontraram com ex-moradores numa festa por certo memorável. Veio gente dos Estados Unidos, de Goiás, dos Mato Grossos, de São Paulo…

A evidenciar a constante mobilização do ser humano, em busca de dinheiro, de futuro… até o fim dos dias.

Alto Paraíso fica no extremo noroeste do Paraná, na divisa com o Mato Grosso do Sul e foi emancipada de Umuarama em 1990. Chamava-se Vila Alta, mas a população preferiu, numa enquete, mudar o nome para Alto Paraíso. Na consulta popular concorriam ainda Alto Horizonte e Alto Boa Vista. O negócio dos moradores é, pois, altura…

A cidade começou com a extensão do plantio do café e extrativismo da madeira. Depois entrou a pecuária – e onde entra o boi sai o homem.

Com cerca de 4 mil habitantes, Alto Paraíso mantem-se – e progride – com o trabalho de todos. E as pessoas que estão lá também sabem viver. São muitas as atividades, como rodeio show, arrancadão de motos, cavalgada ecológica, 1º baile Anos Dourados  no Clube Recreativo, baile country, baile do Hawai, santa Missa na Paróquia N. S. de Fátima, cultos em outras igrejas… O principal é que o município integra (junto com mais 4 do Paraná e 4 do MS) o Parque Nacional de Ilha Grande que, com seus 78.875 hectares, é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Um paraíso. O município ainda sedia outra grande atração turística, que é o Porto Figueira, onde se realizam as pescas à Piapara, pescas amadoras e profissionais, tem praias, passeios ecológicos, casas de veraneio, pousada com salão de festas, restaurante, piscina, área de camping.

Não é a toa que a cidade chama-se Alto Paraíso.

Em Goiás tem outra cidade com o mesmo nome de Alto Paraíso. É famosa por muitos acreditarem que lá, no caso do fim do mundo, todos escaparão ilesos, já que está localizada sobre uma placa de quartzo de 4 mil m2 e cercada por rochas e paredões…

Alto Paraíso, no Paraná, não quer nem saber disso. Quer, sim, rever os amigos distantes, trabalhar, cultuar a Deus, se divertir. Fim do mundo é para quem não tem mais o que pensar.