Palmeira e o Cine-Teatro

O prédio abriga a Prefeitura e também o Cine Teatro Municipal

CRÔNICAS DE VICTOR GREIN NETO, JORNALISTA.

Leio informação da Prefeitura de Palmeira (a “Cidade Clima do Paraná“) dando conta de que o Cine Teatro Municipal vai ser totalmente reformado e modernizado. Pena que as obras só serão entregues no final de 2019 e, portanto, não no dia 7 de abril, quando a cidade estará comemorando 200 anos de fundação.

Volto ao ano de 1960, quando residia com meus pais e irmãos na bonita cidade paranaense, cheia de histórias culturais, econômicas, políticas, sociais, ambientais, educacionais. Então com meus 15 anos, freqüentava os bancos escolares do Colégio Estadual Dom Alberto Gonçalves, a professora Maria Jamur como diretora, estimulando ações de patriotismo e civilidade (cantava-se o Hino Nacional na entrada das aulas).

Ficamos menos de um ano em Palmeira, época em que meu pai, que era gerente de banco, ficou desempregado e à espera de novas funções. Foi um período difícil, pois a gente – especialmente eu, que era o filho mais velho – sentia as dificuldades financeiras.

Meu diploma da 4ª. série ginasial ( e o quadro de formatura) são palmeirenses e eu me orgulho disso, pois soube depois que o ensino no D. Alberto Gonçalves era considerado dos melhores em todo o Paraná.

Meus colegas eu guardo no coração.

Um flerte com uma das meninas mais bonitas da cidade (mas não era da turma), tão puro, tão ingênuo, mas tão bonito, eu também guardo no peito.

Mas, voltando ao Cine Teatro. Naquela época, eu ajudava a editar o jornal da União dos Estudantes Secundários de Palmeira, que se chamava “O Líder” e uma vez por mês era o encarregado de, além de levar as matérias para a gráfica, alugar um filme para ser projetado com renda para a Uesp. Viagens de trem a Curitiba.

Lembro-me como se fosse há 60 anos do costume que nunca mais vi em nenhum outro lugar: comer sementes torradas de girassol, que eram vendidas na entrada do cinema. Lá dentro, ouvia-se o barulho das cascas sendo abertas.

Congratulo-me com a Prefeitura pela assinatura do contrato para as reformas, cujos serviços compreendem demolições e retirada de entulhos, infraestrutura, superestrutura, cobertura e estrutura metálica, instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, sistema de proteção contra raios, instalações de prevenção contra incêndios, revestimentos de pisos e paredes, impermeabilizações, pintura, reforma e substituição de mobiliários, fornecimento e instalação de equipamentos cênicos com iluminação, som e vídeo.

Torço por Palmeira e pelos palmeirenses.