FOTO – DIVULGAÇÃO (PMMCR)

Comunidade aprova revitalização da praça Willy Barth em Marechal Candido Rondon

(PREFEITURA DE MARECHAL CANDIDO RONDON)

A prefeitura de Marechal Cândido Rondon, através da Secretaria de Planejamento, promoveu audiência pública para apresentação do projeto de revitalização da praça Willy Barth.

Na oportunidade, foram apresentadas imagens da perspectiva arquitetônica da proposta, bem como dados da obra e intervenções que se fazem necessárias para uma revitalização completa do espaço público. Houve detalhamento sobre as etapas de construção, recursos financeiros a serem aplicados, cronograma de execução e sobre a nova arborização.

O projeto prevê a instalação de quadra de Beach Tennis, skate park (incluindo a modalidade bowl e pista de pump track), quadra de basquete 3×3, campo de Society e mini campo Society, quadra poliesportiva, memorial, monumento para o trator de esteira que se encontra na praça e que foi usado para a abertura das primeiras estradas do município, pet park (área de convívio dos animais, com diversos obstáculos), cascata com lâmina d’água no centro da praça, centro administrativo, câmeras de segurança, Wi-Fi grátis, áreas de convivência, estacionamento para mais de 70 veículos, palco para eventos, playground, academia da terceira idade, quadra de areia, sanitários, pista de caminhada, entre outros. A “cereja do bolo”, que será o piso estrelado, com iluminação em led (junto à cascata), que estará representando a posição exata das constelações na noite em que Marechal Cândido Rondon foi emancipado.

O encontro na Acimacar foi conduzido pelo prefeito Marcio Rauber e pelo secretário municipal de Planejamento, engenheiro Alisson Ostjen. A reunião contou também com as presenças dos vereadores Pedro Rauber, Carlinhos Silva, Cristiano Metzner – o Suko, secretários de Administração, Marcelo Portela, de Gestão de Governo, Anderson Loffi, de Mobilidade, coronel Welyngton Alves da Rosa, de Infraestrutura, Jeferson Dahmer, de Esporte e Lazer, Diogo Schneider, além do diretor do SAAE, Vitor Giacobo, procurador geral do município, Douglas Gauer, diretor do Colégio Martin Luther, pastor Ildemar Kanitz, pastor da Comunidade Martin Luther, Vernei Hengen, além de demais membros da comunidade.
A projeção inicial é de investimento na ordem de R$ 7 milhões, com recursos próprios do município.

O projeto já havia sido apresentado e deliberado em uma reunião plenária do Conselho Municipal do Meio Ambiente, que aprovou a proposta. O parecer da entidade também foi lido na audiência pública, pelo secretário de Planejamento. Algumas observações foram feitas e que serão levadas em consideração quando da execução da obra.

Após alguns questionamentos, apontamentos e sugestões da comunidade, o projeto foi colocado em votação, sendo aprovado por unanimidade.

Agora, a prefeitura dará continuidade aos trâmites para que a obra seja realizada.