O Centro Cultural de Cambé

Abertas pré-inscrições para oficinas da Secretaria Municipal de Cultura de Cambé

(PREFEITURA DE CAMBÉ)

A Prefeitura de Cambé orienta como a população pode realizar a pré-inscrição para as oficinas oferecidas pela Secretaria Municipal de Cultura. O formulário de cadastro é acessado através do link encontrado no perfil do Instagram da pasta (@secretariacultura.cambe). No entanto, quem não tem acesso fácil à internet conta com a opção de se cadastrar pelo telefone (43) 3174-0322 ou ainda presencialmente na sede da pasta, situada na rua Otto Gaertner, 210-306, Centro, onde também funciona o centro cultural do município.

Esse cadastro prévio não matricula imediatamente o aluno, mas funciona como uma consulta pública. Quem aderir a ele será convocado por ordem de inscrição quando uma nova turma for aberta. Além disso, a pré-inscrição traça o perfil dos interessados, além de levantar em quais bairros eles residem e quais são as oficinas que querem participar. Segundo o diretor da Secretaria de Cultura, Jefferson Luiz de Oliveira, dessa forma, é possível investir nas atividades culturais que de fato são de interesse do público e promove-las nas regiões onde estão a maior parte dos interessados.

Preenchimento do formulário

No momento da pré-inscrição, o aluno ou o responsável terá que fornecer dados como contato, endereço, disponibilidade de horário e regiões onde deseja frequentar as aulas. Também deverá informar qual é a oficina que deseja participar. Para isso, ele pode selecionar um ou mais cursos já listados no formulário, como pintura, circo, teatro, violão, artes visuais e danças urbanas, ou ainda sugerir outro que não aparece nas opções. Ao indicar a oficina que é de seu interesse, o cidadão está contribuindo para que a Secretaria do Trabalho entenda qual é a demanda atual do município por atividades artísticas e culturais. Com esses resultados, a pasta trabalha para que o seu catálogo de cursos disponíveis esteja em conformidade com o desejo da população.

No cadastro, é possível selecionar entre diferentes regiões de interesse. De acordo com Oliveira, a intenção da atual gestão é descentralizar o alcance das políticas de participação cultural. A pasta comandada pela secretária Estela Camata administra pontos que estão espalhados pela cidade e abrigam as atividades. São eles: as escolas de balé dos bairros Santo Amaro e Ana Rosa e a Escola de Capoeira do jardim Ana Rosa, além da Praça Céu, situada no jardim Tarobá, e o Centro de Convivência do Idoso (CCI) do jardim Novo Bandeirantes.

É fundamental preencher todos os campos solicitados no formulário e conferir se as informações estão corretas. Isso porque, com a abertura de novas turmas, os primeiros a serem contatados pela Secretaria serão as pessoas que estão dentro da faixa etária para qual o curso se destina e que indicaram a disponibilidade em frequentar as aulas no turno e local em que elas irão ocorrer.

Jefferson de Oliveira incentiva que os interessados façam a pré-inscrição mesmo que não consigam imediatamente as suas vagas: “Às vezes, a pessoa faz a pré-inscrição e não consegue vaga para aquela turma. Nesses casos, explicamos que provavelmente ela será chamada na próxima turma, de acordo com a ordem de espera”.