Cevada, cujo maior produtor nacional é o Paraná

Cooperativas irão construir maltaria nos Campos Gerais

(da Redação, com informes das cooperativas)

Deve acontecer na próxima semana no Palácio Iguaçu, em Curitiba, reunião com o Governador Ratinho Júnior quando as cooperativas Agrária, Castrolanda, Frísia, Coopagrícola, Capal e Bom Jesus, numa intercooperação,  irão anunciar a implantação de uma grande indústria em Ponta Grossa. Será uma maltaria, mas os detalhes surgirão após essa reunião.

O Paraná é o maior produtor de cevada (matéria-prima para o malte) do Brasil, especialmente nos municípios de Ponta Grossa, Guarapuava, Tibagi, Palmeira, Ipiranga, Ivaí, Castro. Com a nova – e grande – indústria, essa produção tende a aumentar bastante.

Intercooperação

Conforme informes do Sistema Ocepar, a intercooperação é um conceito cada vez mais relevante dentro do universo cooperativista, por fortalecer as atividades das organizações envolvidas e torná-las mais competitivas frente ao mercado

O local para instalação da indústria ainda está em avaliação, mas estima-se para a obra um investimento de cerca de R$ 1,5 bilhão, liderado pela Cooperativa Agrária. A fábrica deverá produzir 240 mil toneladas de malte anualmente, volume que hoje corresponde a 15% do mercado nacional. O empreendimento deve gerar mais de 1000 empregos diretos e indiretos.