Senhora Dorita, agricultora do Rio do Cedro

Projeto Maracujá: Agricultores aumentam renda com 2ª colheita da fruta

(PREFEITURA DE GUARATUBA)

Agricultores familiares de oito localidades rurais estão colhendo a 2ª produção de maracujá em Guaratuba. Eles fazem parte do Projeto Sustentável Cultura do Maracujá, da Prefeitura de Guaratuba, que distribuiu 33,5 mil mudas entre 2019 e 2020.

No início de 2020, a estimativa da primeira colheita era de 50 mil quilos da fruta mas, por causa do ciclone bomba que atingiu a região rural em junho de 2020, foi colhido cerca de 20 mil quilos.

A primeira produção foi comercializada para o próprio Município no Programa Emergencial Compra Direta Paraná, para atender a população vulnerável através de entidades assistenciais durante a pandemia do coronavírus e, também, para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A partir desse ano, a produção de maracujá da agricultura familiar de Guaratuba também será adquirida pelo PNAE Estadual.

Para 2021, a expectativa novamente é colher 50 mil quilos, já que a produção aumentou no segundo ano. A produção não será maior por causa das perdas de 50% das plantas atingidas pelo ciclone bomba no dia 30 de junho de 2020. A estimativa de colheita para 2022, é 150 toneladas da fruta.

O projeto da Prefeitura é uma parceria das secretarias da Pesca e da Agricultura e das Demandas da Área Rural, com visitas técnicas semanais às plantações. As mudas foram cultivadas no Horto Municipal. Os frutos que originaram as sementes que viraram mudas foram fornecidos pela antiga Emater, atual Instituto do Desenvolvimento Rural (IDR), do Governo Estadual.

Participam do programa agricultores das localidades Rio do Cedro, Rio do Saco, Empanturrado, Descoberto, Vitório, Serra Verde, Itingá e Cubatão. Foram realizados dois cursos com os agricultores sobre a cultura com distribuição de apostila.