Obras para os produtores rurais,o parque municipal Cachoeira do Saltinho, queijo premiado.

Santana do Itararé: soja e uma variedade grande de produtos

APÓS A TEMPESTADE DO CORONAVÍRUS, UM ARCO-ÍRIS COM POTES DE OURO

Premiado várias vezes nas edições do Prêmio Gestor Público Paraná, o programa “Da Porteira para Dentro”, da Prefeitura de Santana do Itararé, visa fomentar e incentivar as atividades desenvolvidas pelos produtores rurais do município. São ações que incrementam as atividades agropecuárias e agroindustriais, com a execução de obras preferencialmente nas pequenas e médias propriedades. Com homens, máquinas e outros equipamentos, o programa tem as participações da secretaria municipal de agricultura e pecuária e da secretaria municipal de obras.

Com certeza, em grande parte em virtude desse apoio, Santana do Itararé tem uma variada produção agropecuária. Conforme dados do Ipardes, o município, com 252 km2 de área territorial, é um dos maiores produtores de leite do Paraná, com uma produção de 17.204 litros. Tem soja plantada em 10.000 hectares, milho em 3.500, trigo em 2.500, feijão em 1.350. E a diversidade é grande: aveia, mandioca, café, manga, maracujá, banana, abacaxi, arroz, cana-de-açúcar, tomate, melancia, cebola. As maiores criações são de bovinos, galinhas e suínos. Destaque-se ainda a produção de mel. Recentemente, o queijo colonial da produtora Marisa Alexandre Martins conquistou o 2º lugar no Concurso de Queijos Artesanais do Paraná, promovido pela Emater. É feito com leite de gado Jersey que bebe água de boa qualidade.

Festa

Todos os anos acontece a realização da Feira do Produtor Rural. Neste ano, se as coisas melhorarem na questão do coronavírus, acontecerá a 4ª. edição em Outubro. Trata-se de uma grande festa, que coincide com a data de aniversário da cidade (59 anos em 2020, que foi emancipada de Wenceslau Braz.

Tem shows artísticos, feira de sabores, exposições de máquinas e implementos, mostra de produtos agrícolas, artesanato, produtos coloniais, gincana, cavalgada, parque de diversões, palestras técnicas, premiações aos melhores leites, gincana esportiva.

A atividade econômica ainda tem o “reforço” de uma atividade importante, a extração de areia do rio Itataré e do funcionamento de algumas indústrias, como de polvilho de mandioca, de polpas de frutas (duas empresas: a Frutamil e a Pro-Polpa) e da fábrica de rações da Nutriagro.

As principais atrações são o rio Itararé, que permite pescas de mandi, traira, tucunaré, pacu, tilápia, cascudo, curimba, piava; as cachoeiras do Saltinho e do Sene. Na área urbana, destacam-se os edifícios da Paróquia Sant´Ana (Diocese de Jacarezinho) e da CCB – Congregação Cristã do Brasil.